Melasma: Peeling Pode Amparar No Clareamento Das Mancha

10 May 2019 11:42
Tags

Back to list of posts

<h1>Saiba Tudo Sobre o assunto Maquiagem Pra Morenas</h1>

<p>O Brasil tornou-se o primeiro estado no mundo a realizar cirurgias de reconstru&ccedil;&atilde;o do canal da vagina usando pele de peixe - no caso, a til&aacute;pia - em substitui&ccedil;&atilde;o &agrave; pele humana. De abril do ano anterior at&eacute; neste momento, seis mulheres agora foram operadas em feitio experimental e novas duas passar&atilde;o pelo procedimento no encerramento desse m&ecirc;s pela Maternidade Faculdade Assis Chateaubriand, ligada &agrave; Universidade Federal do Cear&aacute; (UFC).</p>

<p>Estas mulheres possuem a s&iacute;ndrome de Lentigo (do Latim Lent- , uma malforma&ccedil;&atilde;o cong&ecirc;nita rara, conhecida como agenesia vaginal e que atinge uma mulher a cada 5.000 nascidas. Nelas, a divis&atilde;o externa da vagina (vulva), onde ficam os pelos e os menores e grandes l&aacute;bios, &eacute; perfeitamente normal, todavia o canal interno n&atilde;o existe ou &eacute; curto al&eacute;m da conta.</p>

<p>Em alguns casos, elas n&atilde;o t&ecirc;m &uacute;tero, o que as Not&iacute;cias e tutoriais De Maquiagens! de ser m&atilde;es. A consequ&ecirc;ncia disso &eacute; que sem o canal vaginal a mulher n&atilde;o menstrua (pois que o sangue n&atilde;o consegue ser eliminado) e n&atilde;o consegue ter rela&ccedil;&otilde;es sexuais. A jovem Maria Jucilene Moreira Marinho, de 23 anos, do interior do Cear&aacute;, foi a primeira mulher do mundo a ser submetida &agrave; t&eacute;cnica cir&uacute;rgica, em abril do ano passado.</p>

<ul>

<li> Como Descolorir Os Pelos Do Corpo humano E Permanecer Bem mais Atraente voc&ecirc; vai manifestar a ele</li>

<li>Fusobacterium nucleatum</li>

<li>17/09/2017 &agrave;s 09:Trinta e sete</li>

<li>Eliminar oleosidade e eliminar cravos e espinhas</li>

<li>Passeio no Lago de Furnas</li>

[[image http://simplesmenteale.com/wp-content/uploads/2017/11/Captura-de-Tela-2017-11-17-&agrave;s-22.29.28-1080x805.png&quot;/&gt;

<li>Passe sombra clara (branca ou bege) em toda a p&aacute;lpebra m&oacute;vel</li>

<li>13 de abril de 2015 &agrave;s 2:Trinta</li>

<li>onze Genesis (創世神)</li>

</ul>

<p>Ela nasceu sem o canal da vagina, sem &uacute;tero e ov&aacute;rios, e s&oacute; conseguiu um diagn&oacute;stico do seu defeito aos vinte e dois anos, sete anos ap&oacute;s procurar o primeiro m&eacute;dico visto que fortes dores abdominais. “Na &eacute;poca eu tinha 15 anos e n&atilde;o havia menstruado ainda. N&atilde;o me incomodava com isso, nem ao menos achava anormal.</p>

<p>Contudo passei a ter muita c&oacute;lica e foi isso que me fez ir ao m&eacute;dico”, conta Maria. Na consulta, ao discursar que n&atilde;o menstruava, o m&eacute;dico chegou a suspeitar de gravidez e Maria foi submetida ao primeiro ultrassom. “Nesse instante perceberam que o canal era fechado, no entanto n&atilde;o sabiam explicar as raz&otilde;es.</p>

<p>Maria conta que chegou a ir por uma cirurgia de abertura de h&iacute;men, visto que os m&eacute;dicos achavam que era este a dificuldade. Depois passou por no m&iacute;nimo sete hospitais e inmensur&aacute;veis outros m&eacute;dicos em procura de um diagn&oacute;stico, sempre sem solu&ccedil;&atilde;o. A jovem deste jeito foi direcionada pro hospital Maternidade Institui&ccedil;&atilde;o, da UFC, e foi l&aacute; que descobriu o que tinha. “A m&eacute;dica me falou que eu n&atilde;o tinha o canal interno da vagina, que eu n&atilde;o tinha &uacute;tero nem sequer ov&aacute;rios. Comentou que eu nunca ia menstruar e que o meu caso era cir&uacute;rgico.</p>

<p>5 meses depois, obteve uma liga&ccedil;&atilde;o do hospital e um convite para participar da procura com a t&eacute;cnica cir&uacute;rgica in&eacute;dita, utilizando a pele de peixe. Maria topou pela hora e dias depois neste instante estava internada para o procedimento. Realizou a cirurgia e ficou quinze dias em repouso, esperando a cicatriza&ccedil;&atilde;o. Depois da alta, aguardou seis meses at&eacute; ter a primeira conex&atilde;o sexual com o teu namorado na &eacute;poca, hoje teu marido. “Foi supertranquilo, n&atilde;o doeu nada”, alega. Maria diz que os anos de demora no diagn&oacute;stico foram um tormento, todavia que a cirurgia mudou sua exist&ecirc;ncia por completo. “Hoje n&atilde;o possuo mais ang&uacute;stia nenhuma, n&atilde;o tomo rem&eacute;dios, tenho uma vida normal.</p>

<p>E, como n&atilde;o posso ser m&atilde;e biol&oacute;gica, almejo adotar umas 3 mo&ccedil;as. Sugest&otilde;es De como Fazer O Cabelo Amadurecer Rapidamente e meu marido j&aacute; estamos nos explicando a respeito de isso”, reconhece. A ideia de usar a pele da til&aacute;pia na reconstru&ccedil;&atilde;o vaginal surgiu do professor adjunto em ginecologia e obstetr&iacute;cia da UFC Leonardo Bezerra, em parceria com a professora Zenilda Bruno, chefe da Divis&atilde;o M&eacute;dica do hospital escola.</p>

<p>Nos dias de hoje, o tratamento padr&atilde;o pra reconstru&ccedil;&atilde;o do canal da vagina utiliza a pele retirada da regi&atilde;o da virilha da pr&oacute;pria paciente. O defeito &eacute; que se trata de um procedimento invasivo, o corte &eacute; muito grande, ocorre muito sangramento, a cicatriza&ccedil;&atilde;o &eacute; mais demorada e h&aacute; mais riscos de infec&ccedil;&otilde;es.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License